THE STRING QUARTET, 1750-1797

101.96 €

REF: 0 234-146820 Categorias: , Etiquetas: ,

A segunda metade do século XVIII testemunhou o florescimento do quarteto de cordas, frequentemente visto como a progressão lógica e suave do domínio da homofonia do violino, para uma maior igualdade de ?conversação? entre quatro ?vozes?. No entanto, esta progressão não foi tão suave nem tão linear como se pensou previamente; é o que nos demonstra a autora deste livro na sua análise ao quarteto de cordas durante esse período.Examinando para a larga variedade de quartetos de cordas, de Pleyel, Distler e Filtz a Haydn e Mozart, este livro propõe uma nova forma de descrever as relações entre os quatro instrumentos em diferentes obras. Estas relações seguem um de quatro padrões: a ?leitura?, a ?conversa delicada?, o ?debate? e a ?conversação?. Focando-se nestes discursos musicais, torna-se evidente que cada obra é o fruto das escolhas estilísticas do seu compositor, da localização, dos executantes e da audiência. Em vez de se envolver numa sequência universal e restrita, o quarteto de cordas, na última metade do século XVIII, foi um estilo complexo de mistura composicional e uma combinação de discursos musicais conforme as circunstâncias e impulsos criativos.Nota: Texto em língua inglesa

Referência: 0 234-146820Autor/Compositor: PARKER, M.Editora ASHGATE